• Dança do ventre: um jeito delicado de cuidar do corpo

    391273_10151047374129723_1729532229_nA dança do ventre traz a tona uma sensualidade e uma delicadeza muito característica da mulher oriental. O que pouca gente sabe, é que, mais que sensualidade, essa dança é um exercício prazeroso e extremamente saudável. “A dança é também um exercício físico poderoso, porque fortalece grupos musculares que não são trabalhados no dia a dia. Afina a cintura, fortalece as pernas, o abdômen e até os glúteos”, afirma a coreógrafa e professora de dança Sandra Salem, de São Paulo, que há 12 anos trabalha com a dança do ventre.

    Segundo Sandra, ao fortalecer a musculatura, a dança também permite que a mulher tenha um melhor condicionamento físico e uma força muscular muito grande. Além disso, deixa a mulher muito bonita, dando um gestual delicado e feminino. “A dança do ventre faz a mulher se sentir mais bela e inteligente. Faz ela se recolocar, porque traz de volta a feminilidade de antigamente”, disse a professora. Uma das características mais marcantes da dança do ventre é a melhora da auto-estima. “Essa dança é muito difícil de aprender, e quando a mulher consegue, já vence um obstáculo, o que a torna realizada. Ela passa a se conhecer melhor, permitindo até mesmo enfrentar os obstáculos da vida”, comenta.

    Quem pode dançar?
    Segundo a professora, qualquer mulher pode fazer a dança do ventre, desde que não tenha nenhuma restrição médica. “Uma mulher com algum tipo de problema na coluna ou na musculatura deve evitar certos tipos de movimentos, mas ela também pode fazer, sem nenhum problema, desde que seu médico autorize”, explica.
    Benefícios para a saúde da mulher:
    A dança do ventre pode reduzir cólicas e melhorar algum problema leve de respiração. “Na dança há movimentos que trabalham os músculos do períneo (útero), o que ajuda a reduzir cólicas menstruais. Também melhora a respiração e a circulação, porque ela chega a agir no sistema cardiovascular”, diz Sandra.

    História
    A Dança do Ventre surgiu da Dança Primitiva na qual as mulheres imitavam os movimentos da natureza. Seu surgimento perde-se na história dos povos mais antigos, como sumérios,acádios e egípcios, e tinha como objetivo agradar as deusas e obter mais amor e fertilidade. “Daí o caráter sagrado dessa linda dança”, comenta Sandra Salem. Com o tempo ela passou a ser apresentada também nos palácios para entretenimento de reis e rainhas e, posteriormente em espetáculos maiores, já na Era Napoleônica, quando houve um grande interesse do Ocidente pela dança oriental.

No Comments to "Dança do ventre: um jeito delicado de cuidar do corpo"

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current ye@r *